Terapia dos Sistemas Familiares Internos
Trabalhar com a complexidade natural do Sistema Interno

A Terapia dos Sistemas Familiares Internos (ou IFS) reconhece e aborda a complexidade do sistema psicológico humano, trabalhando com diferentes mecanismos como pensamentos, emoções, sensações físicas e memórias, os quais constituem partes de um sistema maior. Pressupõe a existência universal do Self, expressão individual e única, inata e essencial a cada um de nós, com qualidades específicas e que é passível de ser acedido quando as diferentes partes, que ocupam diferentes funções neste sistema, dão esse espaço. Esta abordagem experiencial e profundamente compreensiva e potenciadora, trabalha com a clara ligação entre corpo e mente, facilitando a auto-regulação do cliente, um mapeamento do seu sistema e uma apreciação genuína à função de cada uma destas partes para o equilíbrio do todo.

À semelhança da hipnose clínica, pressupõe uma observação da experiência interna que vai além da compreensão puramente cognitiva e um exercício de aceitação do que vai sentindo, a partir de um lugar de curiosidade empática consigo mesmo. É um processo vivido mesmo ao ritmo de cada cliente, em profundo respeito e tolerância com a disponibilidade de cada uma destas diferentes partes para ser reconhecida e apreciada pela função que desempenha na vida e equilíbrio do sistema individual.

Constitui uma abordagem em franca expansão pelo mundo e tem sido aplicada em áreas tão diversas como a educação, a liderança de organizações, para além do desenvolvimento pessoal e psicoterapia, especialmente na área do trauma.